Acompanhe as novidades

Conheça o procedimento de dermoabrasão

Publicado em 22/06/2017Conheça o procedimento de dermoabrasão

O procedimento de dermoabrasão, também conhecido como peeling mecânico, se caracteriza como um dos métodos mais antigos de rejuvenescimento facial. O tratamento agride as camadas da pele de forma controlada para correção de cicatrizes, marcas de acne e asperezas. A esfoliação pode ser feita manualmente ou mecanicamente, com a ajuda de aparelhos como pequenas lixadeiras de alta rotação.

Indicações

O procedimento de dermoabrasão é indicado principalmente para a correção de irregularidades e depressões faciais. Seu uso está frequentemente ligado ao tratamento de cicatrizes de acne, correções de bordas elevadas ocasionadas por processos cirúrgicos e tratamento de manchas solares.

Além de auxiliar em correções faciais, o procedimento de dermoabrasão também é usado em outras alterações na pele, como tratamentos de estrias, cicatrizes de acidentes e cirurgias prévias, manchas de idade e degenerações pré-cancerosa.

Como é feito o procedimento de dermoabrasão

O procedimento não cirúrgico dura cerca de uma hora e meia, variando de acordo com a extensão da pele envolvida. A área onde será feito o procedimento é limpa com antissépticos e então a anestesia local é aplicada. Em casos mais severos, pode ser dada anestesia geral.

A esfoliação pode ser realizada mais de uma vez e consiste na raspagem da camada mais superficial da pele com uma escova metálica áspera ou outro instrumento que contenha partículas de diamante. O procedimento acaba quando a raspagem alcança o nível máximo e seguro da pele, deixando as cicatrizes menos visíveis.

Riscos e recuperação

Nos dias ou meses após o procedimento de dermoabrasão, a pigmentação da pele pode sofrer mudanças, como o escurecimento quando há exposição ao sol. Para evitar que isso ocorra, é indicado seguir as restrições médicas e utilizar filtros químicos e físicos após o procedimento.

Na maioria dos casos ocorre vermelhidão, inchaço na pele e formação de crostas nas áreas trabalhadas, que podem persistir por algumas semanas.

Pós-operatório

  • A cicatrização total da pele pode ocorrer entre 10 dias a 3 meses.
  • Compressas especiais e aplicação de emolientes ajudam a acelerar a recuperação da pele.
  • A aparência retorna ao normal por volta de 8 a 12 semanas.
  • A utilização de protetor solar deve ser feita diariamente durante 3 a 6 meses, além de evitar exposição excessiva ao sol.
  • Evitar atividades físicas por pelo menos duas semanas.
  • Até a vermelhidão cessar, maquiagem antialérgica poderá auxiliar na recuperação.

 

O procedimento de dermoabrasão é um processo não cirúrgico que deve ser realizado por profissionais habilitados. Saiba mais sobre o tratamento acesse nosso site e marque uma consulta com o Dr. Fleury.