Acompanhe as novidades

Ritidoplastia: entenda o procedimento de lifting facial

Publicado em 30/11/2016Ritidoplastia: entenda o procedimento de lifting facial

Com o passar dos anos, é inevitável que os sinais de envelhecimento, como flacidez e descaimento da pele, apareçam. As alterações que a idade traz para o rosto podem culminar em perda de identidade do indivíduo e queda na autoestima. Diante disso, um dos procedimentos cirúrgicos que pode ajudar no resgate do bem-estar individual é a ritidoplastia, que repara a pele e garante a aparência mais jovial.

Ritidoplastia: entenda o procedimento de lifting facial

O que é o lifting facial

É um procedimento cirúrgico que visa melhorar os sinais de envelhecimento da pele, tais como flacidez, vincos, gordura baixa ou pele frouxa. Através da remoção da gordura e atuação sobre os músculos, busca-se um resultado em que o paciente sinta mudanças na aparência através de uma pele mais jovem, harmônica e de aparência natural.

É importante ressaltar que o lifting não trata linhas de expressão nos olhos ou pequenas rugas, mas sim as questões de descaimento e flacidez da pele, buscando sempre o resultado mais natural possível.

Tipos de ridoplastia

Os tipos de procedimento cirúrgico podem ser divididos em quatro:

Terço inferior: Abrange a área do pescoço e da papada.

Terço médio: Compreende bochechas e maçãs do rosto.

Da testa – coronal: trabalha na região frontal da testa.

Da testa – endoscópico: trabalha a região frontal da testa através de um aparelho que permite enxergar por baixo da pele e realizar o procedimento.

Como é feito o procedimento de lifting facial

Normalmente, é feita uma única incisão na linha do cabelo, que acompanha o contorno do rosto, tornando a cicatriz invisível. Depois, pequenos cortes são feitos para soltar as ligaduras da pele do rosto, permitindo as suturas que buscam trazer de volta o tônus muscular e a remoção de gorduras, caso seja necessário. O cirurgião pode também fazer um pequeno corte no queixo, para tratar a gordura do pescoço e da papada.

Ao fim do procedimento, é feita a medição da pele a ser retirada e o cálculo da tensão da pele sobre o músculo, a fim de garantir maior naturalidade. O excesso de pele é retirado e é feita a sutura final para que a cicatriz fique fina e imperceptível. Alguns casos podem requerer drenos para impedir a formação de líquido durante a cicatrização.

O que você precisa saber antes de fazer o procedimento

É necessário fazer exames para a verificação das condições de saúde. Além disso, uma indicação muito importante é que a decisão da cirurgia seja pessoal e que se compreenda perfeitamente os resultados esperados e as condições e riscos do procedimento.


O Dr. Fleury é especialista em cirurgia plástica e em ritidoplastia. Para saber mais, entre em contato pelo site ou pelo telefone (62) 3945-2093.