Acompanhe as novidades

Saiba mais sobre os tipos de mamoplastia

Publicado em 12/07/2017Saiba mais sobre os tipos de mamoplastia

Mamoplastia é o procedimento cirúrgico realizado na região das mamas para modificar seu formato e tamanho. Porém, existem diferentes aplicações e tipos de mamoplastia que devem ser explicadas pelo cirurgião plástico antes de optar pelo procedimento. Confira as características de cada uma das técnicas.

Tipos de mamoplastia 

Técnica indicada para o aumento de seios pequenos a fim de atender os anseios estéticos da paciente, se baseando na inclusão de uma prótese mamária adequada à proporção do corpo.

Procedimento que remove o excesso de tecido da mama que causa desconforto nas pacientes, A técnica é indicada para mulheres que possuem mamas volumosas, desproporcionais, pesadas e que geralmente resultam em problemas de saúde.

  • Mamoplastia reparadora

Essa técnica tem o objetivo de corrigir possíveis disfunções estéticas nos seios. O procedimento é indicado quando as características das mamas causam desconforto e também para o reposicionamento dos seios, auréolas grandes, seios assimétricos entre outros.

  • Mamoplastia reconstrutiva

O procedimento cirúrgico de reconstrução das mamas é associado à recuperação da aparência dos seios, sendo uma técnica muito utilizada por pacientes que precisam realizar a remoção dos seios devido ao tratamento de câncer.

  • Mastopexia

Também conhecida como lifting das mamas, essa técnica tem o objetivo de melhorar a aparência das mamas após casos de flacidez, podendo se associar ao uso de próteses mamárias para devolver o aspecto firme e natural aos seios.

Cuidados com a mamoplastia 

Em todos os tipos de mamoplastia é necessário adotar alguns cuidados e ficar atento a algumas informações. Confira:

  • O ideal é que a mamoplastia seja feita por pacientes acima de 18 anos, pois após essa idade a mama já está em seu formato definido. É essencial escolher um cirurgião de confiança, pois podem ocorrer exceções.
  • É necessário fazer exames laboratoriais para diagnosticar e monitorar condições clinicas, evitando problemas na realização da cirurgia.
  • O tipo de prótese escolhido deve levar em consideração o resultado esperado pela paciente, assim como a técnica de inclusão da prótese de silicone, que pode ser feita por cima ou por baixo do músculo da região torácica, com incisão no sulco mamário, na auréola ou na axila.
  • É importante não fumar antes ou depois da cirurgia, pois o cigarro dificulta a oxigenação do tecido.
  • É preciso seguir todas as orientações médicas para evitar complicações.

Agora que você conhece os tipos de mamoplastia, marque uma consulta com seu cirurgião e converse sobre a que melhor se adequa às suas necessidades. Para mais informações, acesse nosso site ou mande sua mensagem.