Acompanhe as novidades

Você sabe o que é oncologia cutânea?

Publicado em 25/01/2017Você sabe o que é oncologia cutânea?

O câncer de pele é uma realidade recorrente no Brasil, onde há abundância na exposição ao sol sem o devido uso do protetor solar. Estima-se que cerca de 25% do total de todos os tipos de câncer seja o de pele, considerado o mais comum no país. Cerca de 1 milhão de pessoas desenvolvem este tipo de câncer a cada ano e a tendência é que este número aumente. A ocorrência de câncer de pele é comum em pessoas com mais de 40 anos e de pele clara, o que acende a necessidade do tratamento de oncologia cutânea.

Tipos de câncer de pele

Benignos

Nevos, siringomas, queloides, lipomas, cistos, leiomiomas, hemangiomas entre outros.

Malignos

Carcinoma basocelular, carcinoma epidermóide ou espinocelular e melanoma.

Os sinais identificáveis de câncer de pele são o surgimento ou alterações de cor ou formas em pintas ou manchas com irregularidades nas bordas. Além disso, é comum que cocem, sangrem e que não haja a devida cicatrização. Ao perceber tais sinais, deve-se procurar um médico especializado.

O tratamento de oncologia cutânea

A técnica cirúrgica consiste na remoção total ou parcial das lesões observadas na pele diagnosticadas como câncer. Para isto, são identificadas as patologias e estudados os melhores métodos para obter um bom resultado estético final.

Com a remoção das lesões, a cirurgia pode se resumir à simples retirada delas e o fechamento da pele ou ainda pode ser necessária a utilização de enxertos para fazer o devido fechamento da lesão, necessidade que pode ser agravada no caso das lesões malignas, uma vez que as margens de ressecção são ampliadas para biópsia posterior.

Informações importantes

O tempo de internação e as sensibilidades (dor, inchaço e vermelhidão) do tratamento de oncologia cutânea podem variar de paciente para paciente. O ideal é sempre procurar um profissional especializado para fornecer as melhores indicações. Além disso, é comum que o local onde o procedimento foi realizado fique sensível e que elimine um pequeno volume de líquido ao passo que forma crostas.

O Dr. Petrônio Fleury é especialista em cirurgia plástica reparadora. Para saber mais sobre o tratamento de oncologia cutânea, entre em contato.