CIRURGIAS PLÁSTICAS ESTÉTICASVoltar
Procedimento

Abdominoplastia

Indicação:

Após ganhos de peso e grandes emagrecimentos, como os que acontecem após a gestação, com a redução do volume de gordura abdominal, ocorre um abaulamento flácido do abdômen, constituído por excesso de pele que não retrai após o emagrecimento. Esta pele, após grande distensão, perde sua elasticidade anterior, provocando o chamado “abdômen em avental”, caracterizado pela sobra de pele abaixo do umbigo. Além desta sobra de pele, geralmente ocorre uma distensão de tecidos com separação dos músculos abdominais, aumentando a deformidade abdominal.

Durante a abdominoplastia, é possível remodelar o abdômen, retirando o excesso de tecido (pele e gordura) que se encontra, principalmente, abaixo do umbigo, além de ajustar a cinta muscular abdominal frouxa. Frequentemente, também se associa à abdominoplastia lipoaspiração de regiões que possuem gordura localizada, principalmente na região abdominal superior (chamada de "gordura do estômago"), nos flancos, dorso e culotes. No entanto, assim como a lipoaspiração, o objetivo da abdominoplastia é remodelar o abdômen e não emagrecer.

Tipo de anestesia:

Anestesia peridural ou geral, dependendo de cada paciente.

Técnica Cirúrgica:

A cicatriz da abdominoplastia se inicia na região púbica, junto aos pelos pubianos (no mesmo local da cicatriz da cesárea, geralmente) e sua extensão lateral depende da flacidez do abdômen da paciente. Abdomens com pequena flacidez de pele podem ter cicatrizes menores, como as realizadas na mini abdominoplastia, no entanto aqueles com maior flacidez necessitam de cicatrizes mais extensas para retirar todo o excesso de pele. Dentro do umbigo também existirá uma cicatriz que, com o tempo, torna-se imperceptível. Com essas cicatrizes podemos tratar todo o abdômen anterior, ajustando a cinta muscular frouxa e retirando o excesso de tecido existente. Geralmente, deixa-se um dreno no abdômen que tem a função de impedir o acúmulo de secreções, permanecendo de 24 a 48 horas com a paciente. Confira as ilustrações para melhor compreensão da cirurgia.

Tempo de internação:

Geralmente 24 horas.

Pós-operatório:

O dreno abdominal permanecerá por cerca de 48 horas, com variações entre cada paciente. Deve-se manter repouso e manter uma postura curvada por 10 a 15 dias para evitar tensão na cicatriz. As atividades físicas serão liberadas após 1 mês e a cinta abdominal será utilizada por pelo menos 2 meses, dependendo de cada paciente. É normal sentir alguma dor nos primeiros dias após a cirurgia, no entanto é perfeitamente cedida com analgésicos e anti-inflamatórios comuns. Diminuição de sensibilidade na região próxima à cicatriz também é comum, porém esta costuma retornar em um período de até 6 meses. Proteção solar é recomendada por pelo menos 3 meses a fim de manter a cicatriz clara e de boa qualidade.

Complicações:

Dentre as complicações mais frequente após abdominoplastias podemos citar: hematoma, seroma, infecção cirúrgica, necrose (sofrimento da pele), cicatrizes inestéticas (como quelóides), trombose venosa e intercorrências anestésicas.

Algumas destas complicações, como a necrose e a infecção cirúrgica, são mais frequentes em pacientes fumantes, por isso é recomendável que os mesmos se abstenham do tabagismo por pelo menos 1 mês antes da cirurgia para evitar tais complicações.

Resultado definitivo:

É esperado que a cicatriz da abdominoplastia permaneça com uma coloração mais avermelhada e aspecto endurecido nos primeiros 2 meses após a cirurgia, porém ela vai clareando gradualmente até adquirir uma coloração esbranquiçada e uma textura mais fina, por volta do 6º mês de pós-operatório. O inchaço também vai diminuindo gradualmente, sendo que com 3 meses de cirurgia pelo menos 80% já terá diminuído. Como na maioria das cirurgias plásticas, o resultado definitivo é atingido depois do 6º mês de cirurgia, período no qual os tecidos diminuem seu edema gradualmente e a cicatriz vai adquirindo sua coloração e textura definitivas.

Compartilhe:


Dúvidas

Dúvidas frequentes

1. A gluteoplastia de aumento deixa cicatrizes?Toda cirurgia deixa cicatrizes, algumas em locais mais visíveis, outras em locais mais camuflados.  Felizmente, a cirurgia de... Leia Mais

1. A abdominoplastia deixa cicatriz muito visível?A cicatriz resultante de uma abdominoplastia (ou dermolipectomia abdominal) localiza-se horizontalmente logo acima da... Leia Mais

1. Onde se localizam as cicatrizes da blefaroplastia? São visíveis?As pálpebras são a região do corpo em que a pele apresenta a menor espessura. Isso auxilia... Leia Mais

1. Como são as cicatrizes da mamoplastia redutora?Existem inúmeras técnicas descritas para a mamoplastia redutora e o lifting de mamas, cada uma com suas vantagens, desvantagens... Leia Mais

1. O que é lipoaspiração? Qual a diferença entre lipoaspiração convencional e lipoescultura?A lipoaspiração é uma cirurgia cujo... Leia Mais

1. A rinoplastia deixa cicatrizes?A rinoplastia produz cicatrizes praticamente imperceptíveis. Certos narizes permitem que as cicatrizes fiquem escondidas dentro da cavidade nasal, deixando... Leia Mais

1. A mamoplastia de aumento deixa cicatrizes?Toda cirurgia deixa cicatrizes em nosso corpo, porém algumas são menores e mais escondidas. Este é o caso da cirurgia de... Leia Mais